Dependência Química

Tratamento da depressão: descubra os recursos mais eficientes

Uma doença que está cada vez mais comum entre as diversas faixas etárias. A doença da depressão está se alastrando no mundo moderno. Contudo, graças a diversas técnicas modernas é possível ter tratamento da depressão altamente eficaz.

Com alta gravidade, e prevalência na população brasileira, estima-se que a depressão atinge em torno de 15,5 por cento da população, ou seja 31,8 milhões de habitantes.

Conforme os índices de pessoas depressivas aumentam, outras formas de tratamento se mostraram eficazes e ajudam na melhora do quadro em geral.

Continue a leitura e descubra o quão importante é ter acesso aos mais variados recursos terapêuticos da depressão.

Depressão: o que é?

A depressão é um transtorno mental que afeta a maneira como uma pessoa se sente, pensa e age. Caracteriza-se por sintomas como tristeza profunda, falta de interesse e prazer em atividades que antes eram agradáveis.

Ao mesmo tempo, mudanças no apetite e sono, cansaço e fadiga, dificuldade de concentração, baixa autoestima e pensamentos de morte ou suicídio.

A depressão pode ser desencadeada por fatores biológicos, psicológicos e sociais e é tratável com ajuda de profissionais de saúde mental, medicamentos e terapias.

Assim, como a depressão é uma doença ela pode ser caracterizada por tipos e cada um deles tem suas peculiaridades, por exemplo:

  • Depressão Maior: é a forma mais comum de depressão e é caracterizada por sintomas de tristeza persistente, perda de interesse e prazer em atividades que antes eram agradáveis e outros sintomas descritos anteriormente.
  • Distimia: é uma forma menos intensa de depressão que dura por pelo menos dois anos.
  • Transtorno Afetivo Sazonal (TAS): é uma forma de depressão que ocorre principalmente durante o inverno e é associada a mudanças na quantidade de luz solar.
  • Transtorno Pós-parto: é uma forma de depressão que ocorre após o parto e pode afetar as mães recentes.
  • Transtorno Bipolar: é um transtorno de humor que alterna entre episódios maníacos e depressivos.
  • Depressão Psicótica: é uma forma rara de depressão que inclui sintomas psicóticos, como alucinações e delírios.

Tenha mais saúde mental lendo mais conteúdo em nosso BLOG agora mesmo!

Como descobrir se uma pessoa tem depressão?

Antes mesmo de saber a importância do tratamento da depressão é válido saber como descobrir se uma pessoa tem aspectos depressivos como por exemplo:

  • Tristeza persistente ou perda de interesse em atividades que antes eram agradáveis
  • Mudanças no apetite ou no sono
  • Fadiga ou falta de energia
  • Baixa autoestima e sentimento de culpa
  • Dificuldade para concentrar-se ou tomar decisões
  • Irritabilidade ou agitação
  • Pensamentos de morte ou suicídio

Lembrando que esses são aspectos comuns da doença. Cada pessoa é única e pode experimentar sintomas de depressão diferenciados e com intensidade distinta.

Ao mesmo tempo, sintomas atípicos como: aumento ou perda rápida de peso, hipersensibilidade à crítica e rejeições e mudança brusca de humor podem estar ligados a quadros depressivos.

Trizteza nunca mais, conheça nosso recurso terapêutico em Sorocaba

Como ajudar um depressivo?

O primeiro passo para ajudar uma pessoa que sofre com a depressão é ter empatia e ouvi-la. Validando seus sentimentos e não realizando julgamentos. Ao mesmo tempo, incite o tratamento da depressão através de ajuda profissional.

7 Tratamentos da depressão: conheça as técnicas

Existem um conjunto de técnicas que podem ser altamente eficientes no tratamento da depressão. Confira as mais comuns utilizadas no Brasil e que mais trazem resultados satisfatórios.

Acompanhamento médico

O acompanhamento médico é importante para o tratamento da depressão e evitar recaídas. Um profissional de saúde mental pode avaliar a gravidade da depressão, prescrever medicamentos e oferecer terapias.

Dessa forma, o paciente pode conhecer mais sobre a terapia cognitivo-comportamental, que ajuda a mudar padrões de pensamento e comportamento negativos.

O acompanhamento regular permite ao médico monitorar a evolução da doença e fazer ajustes no tratamento.

Medicamentos

Os remédios mais comumente usados no tratamento da depressão incluem:

  • Inibidores seletivos da recaptação de serotonina (SSRIs): fluoxetina (Prozac), sertralina (Zoloft), escitalopram (Lexapro) entre outros.
  • Inibidores da recaptação de noradrenalina e serotonina (ISRs): venlafaxina (Effexor) e duloxetina (Cymbalta)
  • Antidepressivos tricíclicos: amitriptilina, clomipramina, imipramina entre outros
  • Antidepressivos atípicos: bupropiona (Wellbutrin), mirtazapina (Remeron)

Estes medicamentos podem ajudar a aliviar os sintomas da depressão, como: tristeza, perda de interesse, insônia e ansiedade, mas devem ser prescritos e ajustados por um profissional de saúde mental.

Atividade física

A atividade física ajuda a melhorar a depressão ao liberar endorfina, o que causa sensações de bem-estar e reduz o estresse. Assim, a atividade física também ajuda a aumentar a autoestima e a confiança, além de melhorar o sono e a qualidade de vida.

Boa alimentação

Uma boa alimentação ajuda a tratar a depressão ao fornecer nutrientes importantes para o funcionamento saudável do cérebro e do corpo.

Alimentos ricos em ômega-3, como peixes gordurosos, e vitaminas como B6 e B12, presentes em frutas, verduras e grãos integrais, são particularmente importantes para a saúde mental

Psicoterapia

A psicoterapia é uma forma eficaz de tratamento da depressão, pois ajuda a pessoa a entender e lidar com seus pensamentos, emoções e comportamentos.

A terapia pode incluir técnicas de terapia cognitivo-comportamental (TCC), terapia interpersonal e terapia psicodinâmica, entre outras.

Clínicas de recuperação

As clínicas de recuperação ajudam no tratamento da depressão, principalmente quando acompanhada de outros tratamentos, como psicoterapia e medicamentos.

Comunidades terapêuticas, CTs, clínicas e hospitais psiquiátricos oferecem um ambiente seguro e estruturado. Onde os pacientes recebem atenção 24 horas por dia, tratamento multidisciplinar e grupos de terapia.

Ajudando a melhorar seus sintomas de depressão e aumento na qualidade de vida.

ECT ou Eletroconvulsoterapia

A Eletroconvulsoterapia (ECT) é uma forma de tratamento para a depressão que utiliza estimulação elétrica controlada para causar uma convulsão.

É considerada uma opção eficaz para tratar casos graves de depressão que não respondem a outros tratamentos, como medicamentos e psicoterapia. Normalmente é utilizada em hospitais psiquiátricos de renome em SP, BH e Recife.

Fale com um de nossos agentes para internação de pacientes depressivos

Tratamento da depressão: Internação na CT Rezende

Agora que você já conhece a importância das técnicas para o tratamento da depressão, que tal investir no recurso terapêutico qualificado?

Aqui no CT Rezende em Sorocaba nós fazemos o melhor tratamento para quadros depressivos crônicos além dos associados ao uso de substâncias psicoativas.

O CT Rezende procura fazer um trabalho diferenciado, com foco em uma abordagem mais humanizada, na base de muito diálogo, amor e empatia por todos os nossos residentes. Sempre com um aspecto, com um clima familiar.

Conheça clínica MOARA, instituto irmão da CT Rezende

Renan Rugolo Ré

Publicado por
Renan Rugolo Ré

Postagens recentes

Vacina contra cocaína: o avanço da ciência contra dependência

A vacina contra a cocaína representa um marco na ciência médica brasileira, prometendo um novo…

% dias atrás

Como parar de jogar Tigrinho rápido: livre-se de jogos de azar!

Como parar de jogar tigrinho rápido é o desejo de muitos pais que percebem que…

% dias atrás

Adolescente usa drogas? Porque é nesta fase que muitos caem no uso?

Meu filho adolescente usa drogas? Essa é uma pergunta clássica muito comum que pais fazem…

% dias atrás

Este Website usa cookies

Saiba mais